Engajamento da equipe: entenda por que ela é importante e como fazer!

Diante da enorme competitividade do mercado atual, uma palavra se tornou a chave para alcançar resultados satisfatórios a um custo mais baixo, em menos tempo e com mais qualidade: produtividade.

Porém, todo gestor sabe que é impossível atingi-la apenas com investimentos em equipamentos e infraestrutura. Para isso, um fator essencial é o engajamento da equipe. Você entende por que ele é importante?

Sem um time realmente comprometido com os resultados da organização, a empresa fica patinando em um patamar em que não consegue aumentar a produção de acordo com a demanda do mercado. Para isso, acaba investindo em novas contratações desnecessárias, aumentando os custos.

Para que você entenda a importância do engajamento da equipe, vamos mostrar, neste post, por que ele é fundamental para o sucesso da empresa. Além disso, você vai encontrar algumas dicas para aumentar o engajamento dos seus colaboradores. Vamos lá?

Qual é a importância do engajamento da equipe?

O engajamento pode ser definido de diversas formas, mas talvez a mais significativa seja aquela que mostra a relação entre a identificação do colaborador com os valores e objetivos de um negócio.

Quando isso acontece, o funcionário cria uma ligação afetiva com a empresa, o que o leva a empregar um alto índice de energia na realização de suas tarefas. Ela é seguida por entusiasmo, comprometimento e resiliência, levando a resultados expressivos.

O profissional engajado é aquele que se sente realizado no exercício de suas atividades. Suas atribuições são compatíveis com sua visão de propósito pessoal e, por isso, garantem um significado especial à sua vida.

O resultado é produtividade acentuada devido ao empenho do profissional, que sente orgulho de trabalhar na empresa e encontra na organização uma visão alinhada aos seus princípios.

Quais são os resultados do engajamento da equipe?

Além da produtividade, que já mencionamos, uma equipe engajada:

  • encara os desafios propostos para alcançar um patamar de excelência com motivação;
  • dissemina uma imagem positiva da empresa diante do mercado, já que os colaboradores se tornam uma forte ferramenta de marketing da organização;
  • revê procedimentos e estabelece práticas que reduzem a ocorrência de erros, por ter compromisso com a qualidade;
  • reduz a necessidade de novas contratações e, consequentemente, os custos da empresa, pelos altos níveis de produtividade;
  • mantém seus talentos na organização, já que, pela identificação e satisfação, eles sentem uma necessidade menor de buscar outras oportunidades de carreira. Portanto, diminui o turnover e seus custos.

Enfim, o engajamento é a ferramenta necessária para reduzir custos, aumentar a produtividade, garantir a satisfação dos colaboradores e atingir novos padrões de excelência.

Como aumentar o engajamento da minha equipe?

Como você deve imaginar, conseguir esse engajamento requer iniciativas mais complexas do que simplesmente criar campanhas de motivação. No entanto, algumas ações são eficazes para alcançar essa meta. Conheça algumas delas e tenha uma equipe engajada:

1. Comece pela contratação

Embora a empresa tenha um papel fundamental em produzir engajamento, algumas pessoas não possuem em sua personalidade características que favorecem esse processo. Trata-se de um perfil comportamental “desengajado”.

Negatividade quanto ao futuro, dificuldade de conexão emocional com a instituição, resistência a mudanças e novas atitudes estão entre as características dos naturalmente desengajados.

Embora uma boa parte desses profissionais seja suscetível a uma mudança de atitude, o engajamento será mais fácil se você optar pela contratação de candidatos apaixonados, que têm um brilho diferenciado no olhar e estão dispostos a vestir a camisa da empresa.

2. Crie uma cultura organizacional engajada

Uma liderança descomprometida jamais conseguirá manter o engajamento da equipe. Por isso, para influenciar os colaboradores, é necessário que os níveis gerenciais incorporem os valores da empresa.

Os processos do dia a dia, como rituais de gestão, manejo das atribuições, políticas de RH, administração do tempo e do orçamento fortalecem ou enfraquecem uma cultura engajada. Afinal, não adianta pregar a importância do engajamento para os funcionários se, na prática, os gestores contrariam esse princípio.

Para que a cultura organizacional de engajamento permeie a companhia, a liderança precisa ser seu modelo vivo e deve implantá-la em absolutamente todas as cenas e momentos da vida corporativa.

3. Atribua um significado

À medida que os baby boomers se aproximam de seu momento de saída do mercado, a Geração X ocupa postos de liderança e vê o mercado sendo tomado pelos Millenials. Nesse contexto, é necessário repensar os fatores que engajam esse novo grupo.

Nesse caso, salários e benefícios básicos já não são suficientes. Eles buscam fatores intangíveis, como o relacionamento, a realização de sonhos, o envolvimento e a relevância de seu trabalho para a empresa e a sociedade.

Como dizem os especialistas, “significado é o novo dinheiro”. Por isso, eles precisam saber que seus esforços estão gerando mais do que lucro para a empresa e que eles resultam em uma contribuição social efetiva.

4. Valorize as pessoas

É importante que os funcionários entendam o quanto eles são importantes para a organização. Isso inclui deixá-los cientes das características que levaram à sua contratação e como a empresa espera que elas sejam utilizadas para atingir resultados.

E não é só isso: a valorização envolve a autonomia para tomar decisões, a atribuição de tarefas que permitam a realização pessoal e a exploração do potencial individual, bem como oportunidades de enfrentar desafios e crescer na carreira.

Oportunidades para evolução pessoal e profissional também são muito bem-vistas por essa geração, que espera uma relação de mão dupla com a companhia: o colaborador contribui para produzir resultados e a empresa contribui para o desenvolvimento de sua carreira.

5. Invista no clima organizacional

O engajamento é proporcional à validade dos valores de uma companhia. Quando inseridos em um clima organizacional propício, os colaboradores respondem a isso com comprometimento.

Portanto, a empresa precisa ser um lugar onde os valores e a visão não sejam impostos, e sim vivenciados. Para isso, o colaborador precisa perceber que a preocupação da organização com as pessoas é genuína.

Outro ponto importante é o estabelecimento da confiança. Isso não significa que não haverá conflitos, mas que eles serão solucionados de forma ética, prezando pelos valores institucionais.

Para concluir, vale lembrar que o colaborador precisa ter a certeza de que o ambiente organizacional é permeado pela justiça e que o mérito é aplicado às políticas para bonificações e outras práticas de RH, incluindo a nomeação de cargos e a abertura para oportunidades de carreira.

Viu como o engajamento da equipe é importante para tornar sua empresa mais competitiva? Já utiliza alguma dessas dicas para motivar seus colaboradores? Então confira a aula online que separamos sobre as 5 principais estratégias para ter uma equipe produtiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *